carrinho
home blog loja perfeita Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho
dica varejo

Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho

loja perfeita

Mulher desenvolvendo inteligência emocional no trabalho, sentada na mesa de um escritório meditando enquanto folhas de papel caem.Mulher desenvolvendo inteligência emocional no trabalho, sentada na mesa de um escritório meditando enquanto folhas de papel caem.

Uma das principais habilidades dos dias de hoje para se ter sucesso na carreira é a inteligência emocional no trabalho. Apesar de não ser um dom nato, é possível desenvolver esta característica através de técnica e estratégia ? e profissionais dentro deste perfil são muito procurados e valorizados pelas empresas.

O desenvolvimento da inteligência emocional no trabalho vem sendo uma preocupação de profissionais de diferentes modalidades, áreas e perfis, não somente pelo seu aspecto de valorização perante as empresas, como mediante a própria vida pessoal ? esta característica traz muitas melhorias no relacionamento das pessoas com familiares e amigos.

Vamos entender melhor as técnicas que podem ser trabalhadas no dia a dia para que esta característica possa integrar seu perfil profissional.

Afinal, o que é a inteligência emocional no trabalho?

A expressão ?inteligência emocional? foi criada pelo jornalista americano Daniel Goleman. Segundo o teórico, esta habilidade compreende cinco itens estruturais básicos:

  • Autoconhecimento: a capacidade de identificar os próprios sentimentos e quando eles se manifestam;
  • Controle emocional: conseguir adequar, corretamente, cada emoção para cada situação enfrentada;
  • Automotivação: conseguir encaminhar os sentimentos e as emoções a serviço de uma realização pessoal;
  • Reconhecer emoções em outros indivíduos: conseguir compreender o que o outro está sentindo e desenvolver a empatia;
  • Relacionamentos interpessoais hábeis: realizar uma boa e saudável interação com outras pessoas através de suas respectivas competências sociais.

Em resumo, a inteligência emocional no trabalho é levar para o ambiente profissional a capacidade de trabalhar bem as próprias emoções, de modo a não permitir que elas interfiram negativamente na sua rotina, nem no seu relacionamento com os demais colaboradores da empresa, por exemplo.

Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho?

Existem algumas práticas que podem ser adotadas no dia a dia para que a inteligência emocional no trabalho seja melhor desenvolvida. E é exatamente a prática, constante e contínua, que pode levar um profissional a dominar as próprias emoções e poder ostentar esta habilidade em seu perfil.

  1.  Autoconfiança

A inteligência emocional no trabalho tem a ver com autogestão emocional e autoconhecimento. Mas mais do que isso, também tem a ver com o desenvolvimento da autoconfiança em suas atitudes. É preciso estar seguro de si para tomar decisões e fazer o trabalho fluir.

Entretanto, aqui vale a máxima de adotar o cuidado suficiente para não confundir a autoconfiança com arrogância. Esse processo de autoconhecimento é mais fácil de ser adotado quando se conhece todos os tipos de personalidade.

  1. Trabalhe as emoções negativas
 Homem sentado em escritório com a mão no rosto e aparência triste, mostrando que precisa desenvolver inteligência emocional no trabalho.
Saber lidar com as próprias emoções é uma das principais características da inteligência emocional no trabalho.

Para conseguir reconhecer e trabalhar melhor as emoções de terceiros, é preciso realizar, antes, um exercício de autoconsciência que te permita compreender os próprios sentimentos.

Procure realizar, no dia a dia do trabalho, pequenas pausas durante o expediente. Nelas, respire fundo e busque compreender exatamente o que está sentindo naquele momento e se o sentimento é condizente à situação enfrentada.

Ao entender e identificar as emoções que surgem em situações como reuniões, datas de entregas importantes e feedbacks críticos é possível trabalhar melhor a inteligência emocional no trabalho.

  1. Use do pragmatismo

O pragmatismo é fundamental para garantir o autocontrole emocional no trato e na comunicação com gestores e com colegas de trabalho. Aqui, a ideia é priorizar quais emoções são mais úteis e pertinentes num ambiente laboral, como a calma, o otimismo ou a segurança. 

Assim, o desafio passa a ser colocar esses sentimentos em ação, evitando reações impulsivas, emocionais ou explosivas. Tente lembrar sempre de que o pragmatismo mantém quaisquer situações inconvenientes no âmbito profissional, evitando desgaste de relacionamento pessoal com pessoas com quem você precisa conviver diariamente.

  1. Exerça a empatia
Close-up de uma mulher apoiando a mão no ombro de um homem.
Um relacionamento humanizado faz toda a diferença no ambiente corporativo.

A empatia, conforme anteriormente mencionado, é um dos principais métodos de se trabalhar a inteligência emocional no trabalho. Ao reconhecer nos outros as emoções da mesma maneira que você faz consigo mesmo, você terá que desenvolver essa metodologia.

Em poucas palavras, tal competência te permite se enxergar no lugar das outras pessoas, entendendo melhor seus posicionamentos e ações. 

Quando você consegue, de fato, identificar as emoções de terceiros, poderá saber como lidar melhor com cada situação, de modo a ter um relacionamento mais harmônico com seus colegas.

  1. Aprimore sua comunicação

A comunicação assertiva é um dos requisitos fundamentais da inteligência emocional no trabalho. Saber o que se fala e para quem se fala pode evitar uma série de problemas no ambiente profissional

Falhas de comunicação, em geral, são associadas a pequenos problemas de relacionamento que podem acabar, em maior ou menor escala, causando danos às atividades cotidianas da organização.

Quando você consegue, de maneira clara e precisa, posicionar com firmeza o seu ponto de vista, temos uma melhora no relacionamento com os gestores e colegas, trazendo também um ambiente de trabalho mais saudável e com menos falhas operacionais.

Por que investir em inteligência emocional no trabalho?

 Imagem de três funcionários felizes e rindo no ambiente de trabalho.
Não tenha medo de expressar seus sentimentos!

Existem cursos especializados em desenvolver nos colaboradores a prática da inteligência emocional no trabalho. Assim sendo, é válido salientar que empresas podem e devem investir no aprimoramento dessa habilidade em seu quadro de funcionários através de palestras e treinamentos.

Dentre as principais características positivas que uma equipe de colaboradores que apresenta essa habilidade pode trazer ao seu negócio, podemos destacar uma melhoria gradual e impactante na cultura organizacional da sua empresa.

Além do mais, você passará a perceber uma maior agilidade e destreza na resolução de conflitos. Embora divergências sejam corriqueiras em ambientes de trabalho, a inteligência emocional faz com que as partes envolvidas consigam chegar a uma solução consensual em um período menor.

Empresas que necessitam que os funcionários trabalhem em equipe ? ou seja, quase todas ? também vão perceber que os trabalhos multidisciplinares se tornarão mais fáceis e produtivos. 

O controle do estresse, da ansiedade e de outros transtornos emocionais que podem surgir em decorrência de problemas constantes no ambiente profissional também é uma característica marcante de empresas que contam com profissionais com inteligência emocional no trabalho.

Gostou do post? Para ler mais conteúdos como este sobre metodologias de trabalho benéficas para o seu negócio, acesse nosso blog!

publicado em loja perfeita.

tags loja perfeita.

assuntos relacionados
Mulher sentada em frente a um notebook com a mão apoiada na cabeça mostrando ansiedade no trabalho.Mulher sentada em frente a um notebook com a mão apoiada na cabeça mostrando ansiedade no trabalho.

Inovação

Ansiedade no trabalho: como evitá-la na sua empresa

A ansiedade é um mecanismo emocional pelo qual todos já passamos alguma vez na vida. No entanto, quando excessiva e não controlada, pode ser sinal de um transtorno emocional que necessita de tratamento.  Para muitas pessoas, um dos gatilhos para o surgimento desta sensação incômoda é a própria vida profissional ?  algo que não deve […]

ver mais
Imagem de um grupo com diversidade de gênero no ambiente de trabalho juntando as mãos ao centro e sorrindo.Imagem de um grupo com diversidade de gênero no ambiente de trabalho juntando as mãos ao centro e sorrindo.

diversidade, loja perfeita

A importância da diversidade de gênero no ambiente de trabalho

Muito se ouve falar em diversidade de gênero nos últimos anos. Este conceito, quando atrelado ao universo corporativo, traz uma importante mensagem aos gestores de corporações de todos os tamanhos: criar oportunidades para gerar um ambiente mais justo e igualitário é fundamental.  As mulheres, nas últimas décadas, começaram a exercer atividades remuneradas longe de casa, […]

ver mais
Mulher desenvolvendo inteligência emocional no trabalho, sentada na mesa de um escritório meditando enquanto folhas de papel caem.

loja perfeita

Como desenvolver a inteligência emocional no trabalho

Uma das principais habilidades dos dias de hoje para se ter sucesso na carreira é a inteligência emocional no trabalho. Apesar de não ser um dom nato, é possível desenvolver esta característica através de técnica e estratégia ? e profissionais dentro deste perfil são muito procurados e valorizados pelas empresas. O desenvolvimento da inteligência emocional […]

ver mais
Controle de estoque 3 pontos para ficar atentoControle de estoque 3 pontos para ficar atento

estoque, loja perfeita

Controle de estoque: 3 pontos para ficar atento

O controle de estoque é essencial para qualquer negócio. sem exceções, ele será responsável por monitorar, registrar e controlar a entrada, a saída e a permanência de seus produtos. tendo essas informações em mãos, você enxergará resultados mais positivos, reduzirá custos, excessos na estocagem e prejuízos financeiros.

ver mais